Terça, 11 de Agosto de 2020 21:00
(37) 98812-8974
Minas Gerais Montes Claros

Bebê de 7 meses de Montes Claros é a vítima mais nova da Covid-19 em Minas

Prefeitura da cidade informou que a criança morreu na quinta-feira (16), mas o resultado do teste positivo saiu neste sábado (18).

19/07/2020 19h55 Atualizada há 3 semanas
Por: Cidade Notícia Fonte: O Tempo
Foto: Google Street View/ Reprodução
Foto: Google Street View/ Reprodução

Um bebê de 7 meses, morto na última quinta-feira (16), em Montes Claros, na região Norte, é a vítima mais jovem do coronavírus em Minas Gerais e a sétima com menos de 18 anos. Não foi informado se a criança já tinha alguma doença que pode ter agravado o quadro de saúde.

Segundo nota da prefeitura da cidade,  o resultado do teste que confirmou a Covid-19 saiu apenas no sábado (18), razão pela qual o caso não ainda não havia sido computado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que informou à reportagem ter registrado seis óbitos de crianças e adolescentes por conta da doença. Até então, um menino de 2 anos, que faleceu no dia 6 de julho, em Ipatinga, no Vale do Aço, era a mais nova vítima da pandemia no Estado.

A Prefeitura de Montes Claros informa o setor de epidemiologia do município entrou em contato com a família para dar orientações e devidas providências. Agora, subiu para 11 o número de óbitos na cidade, que tem 734 casos confirmados.

A criança morreu no Hospital Universitário Clemente de Faria. A reportagem entrou em contato com a unidade, por meio do telefone fixo disponibilizado no site, mas foi informada que seria difícil ter acesso às infomações durante o fim de semana.

Segundo matéria publicada pelo portal de notícias G1, o bebê teria começado a passar mal na segunda-feira (13), quando a mãe procurou pela primeira vez o hospital, com sintomas gripais leves e vômitos. Como não havia critérios para internação, a família foi orientada acompanhar em casa. Na quinta-feira (16), ele foi novamente levado à unidade, mas não resistiu.

No caso do menino de 2 anos que morreu em Ipatinga, a criança tinha outras comorbidades. Já no caso do bebê de Montes Claros, a reportagem ainda não conseguiu informações sobre as condições de saúde da criança.

Procurada, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) não soube informar o número de crianças e adolescentes que já morreram em Minas Gerais, mas prometeu passar os dados neste domingo (19). O Ministério da Saúde também não informou quantas crianças já morreram, mas, no boletim do dia 11 de julho, data da última atualização por faixa etária, o Brasil tinha registrado 4.036 hospitalizações  de pacientes abaixo de 19 anos. Desse total, 1.040 tinham menos de 1 ano.

Neste sábado (18), a Prefeitura de Ouro Branco, na região Central do Estado, informou que entre oito novos casos confirmados está uma criança de 1 ano e 9 meses, que passa bem, fazendo isolamento em casa.

Em todo o Brasil, conforme balanço mais recente do Ministério da Saúde, 154 crianças com um ano ou menos faleceram comprovadamente em razão da Covid-19. Entre crianças com 1 a 5 anos, foram 85 mortes. Vítimas com 6 a 19 anos somam 258. Os grupos etários informados consideram critérios do próprio ministério. Considerando óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - que incluem diagnósticos também de infectados por outros vírus respiratórios ou por agentes não especificados, além de casos em investigação -, foram 1.631 mortes de crianças, desde aquelas que ainda não haviam completado o primeiro aniversário, a adolescentes de até 19 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias