Terça, 11 de Agosto de 2020 22:11
(37) 98812-8974
Polícia Patrocínio

Policial militar de São Paulo é preso acusado de estuprar a própria filha de 17 anos em Patrocínio

Os abusos aconteciam há cerca de 2 anos e a menina temia pela própria vida.

15/07/2020 20h23
Por: Cidade Notícia Fonte: Patos Hoje
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um policial militar reformado de São Paulo, de 48 anos, foi preso nessa segunda-feira (13), no bairro Jardim Sul, na cidade de Patrocínio, na região do Alto Paranaíba. Ele é suspeito de estuprar frequentemente a própria filha de 17 anos. Os abusos aconteciam há cerca de 2 anos e a menina temia pela própria vida. 

Segundo o delegado Renato Mendonça, o expediente da PC estava terminando quando recebeu a informação de que um militar reformado e divorciado, que morava sozinho com a filha, estaria estuprando a garota. Ele tem duas filhas, sendo que a outra mora com a mãe. A que morava com ele é que era frequentemente abusada sexualmente. Os abusos aconteciam quase todos os dias, segundo o delegado.

Os policiais civis diante da situação e, também por ser um policial que poderia ter uma arma de fogo em casa, envolveram todo o efetivo da Polícia Civil. Os policiais foram até a casa do pai que estava vazia. 

Os policiais receberam informações e foram até a casa da tia dela, onde encontraram o pai e a filha. Em diálogo com a vítima, a menina confirmou todos os detalhes do fato e disse ainda que era obrigada a dormir com o próprio pai, sendo estuprada todos os dias.

Diante da situação o delegado deu voz de prisão para o policial militar. Por ser Militar, foram acionados os oficiais da Polícia Militar de Patrocínio e o acusado foi conduzido para o 46° BPM.

O próprio pai agredia e ameaçava a jovem e o estupro vinha acontecendo há cerca de 2 anos. O delegado disse durante entrevista que na segunda-feira o pai pressentiu a denúncia e ameaçou a filha de morte e ainda a agrediu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias