Terça, 11 de Agosto de 2020 21:34
(37) 98812-8974
Polícia Juruaia/MG

Pai é preso por oferecer filha de 11 anos para homem estuprá-la em Minas

O jovem foi preso ainda no mesmo dia, após a menina identificá-lo.

11/07/2020 17h52
Por: Cidade Notícia Fonte: BHAZ
Foto: Google Street View/Reprodução
Foto: Google Street View/Reprodução

Uma menina de 11 anos foi estuprada por um jovem, de 19, em Juruaia, no Sul de Minas, nessa sexta-feira (10). O jovem foi preso ainda no mesmo dia, após a menina identificá-lo. O pai da criança, de 29 anos, é investigado pela Polícia Civil suspeito de aliciar a filha.

A denúncia foi feita à polícia pelo Conselho Tutelar. O órgão teria recebido um relato, via WhatsApp, que contava que a menina teria sido vítima de estupro. Segundo a denúncia, o pai da criança seria o responsável por “oferecer” a menina ao jovem, para que os dois se “deitassem e tivessem relações sexuais”.

Exames confirmam estupro

A PM (Polícia Militar) foi até a casa do pai da menina, e ele confirmou que o jovem havia dormido em sua residência na noite anterior, saindo logo cedo. De acordo com o pai da vítima, o jovem e a filha estariam saindo “como namorados” há dois dias. Contudo, ele não sabia se os tinham praticado relações sexuais.

O pai negou ter oferecido a filha dele para o jovem. Ele solicitou e autorizou que sua filha fosse submetida a exames médicos. A criança fez os exames e, conforme relatório médico, o resultado demonstrou presença de secreção esbranquiçada com semelhança a conteúdo espermático e ausência de hímen.

A polícia começou a busca pelo suspeito do crime, que foi encontrado em uma lavoura de café, com ajuda do pai da vítima. Quando os policiais se depararam com o suspeito, o pai da menina disse: “Deu problema pra nós, você ficou com minha filha, acho que vai dar problema até pra mim”.

Jovem nega

Quando abordado pela polícia, o jovem disse que não conhecia a menina. Ele disse que provavelmente ela teria ficado com seu irmão gêmeo, que aquilo tudo seria um engano.

Com a presença dos conselheiros tutelares, a menina se aproximou do jovem de forma espontânea, para possível identificação. Contudo, ela demonstrou medo e segundos depois se pronunciou, dizendo que não tinha certeza se era a pessoa a quem tinha dormido.

Logo depois, o suspeito se manifestou e falou sobre o irmão gêmeo. Nesse momento, a criança confirmou a versão do jovem. Porém, segundo a PM, não pareceu convincente, dando a impressão que poderia estar com medo.

O jovem foi preso como possível autor do estupro, sendo levado para a Delegacia de Polícia de Muzambinho, na mesma região. A criança foi levada até a residência do avô, que ficou responsável por cuidar da menina, tendo assinado Termo de Entrega Responsabilidade e Compromisso. O pai também foi detido e conduzido à unidade policial, como suspeito de ter aliciado a filha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias