Segunda, 25 de Maio de 2020 15:36
(37) 98812-8974
Polícia Minas

Policial é morto com tiro na cabeça após perseguição em Minas

O sargento Rodrigo Oliveira se perdeu do grupo. Um dos colegas ouviu disparos de arma de fogo.

17/05/2020 18h27
Por: Expresso Notícia Fonte: BHAZ
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Foi enterrado na tarde deste domingo (17), em Varginha, no Sul de Minas, um policial militar de 37 anos, morto com um tiro na cabeça após uma perseguição. O 2º Sargento Rodrigo Sarto Lomonte de Oliveira foi encontrado inconsciente em um matagal, após tentar capturar dois homens que fugiram em uma moto, na noite desse sábado (16), em Boa Esperança, no Sul de Minas.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe do sargento fazia patrulhamento próximo à rodovia BR-265, quando avistou dois homens em uma motocicleta furtada. Os suspeitos não respeitaram o sinal de parada dos militares e fugiram. Oliveira e outros policiais começaram a perseguição.

Os dois homens caíram da moto e buscaram abrigo em um matagal. Os militares começaram às buscas à pé. O sargento Rodrigo Oliveira se perdeu do grupo. Um dos colegas ouviu disparos de arma de fogo.

Após quase três horas, os demais militares, com ajuda de equipes de Varginha, encontram o sargento já inconsciente na vegetação. Ele foi levado para o pronto-socorro de Boa Esperança, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Ainda segundo a PM, o sargento deixa esposa e um filho. Até o momento, ninguém foi preso.

Zema lamenta a morte

Em uma rede social, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), lamentou a morte do sargento. Em outra publicação, o governador informou que a polícia segue nas buscas.

Lamento a perda do Sargento Rodrigo, baleado durante uma perseguição a suspeitos de furto na cidade de Boa Esperança. Meus sentimentos à família do nosso guerreiro, que se foi defendendo a sociedade, buscando garantir a segurança da população mineira.

No instagram oficial da PMMG foi publicada uma homenagem ao militar. “Faleceu em serviço na noite de ontem o Sgt Rodrigo Sarto em uma perseguição policial a dois infratores na cidade de Boa Esperança. O militar tinha 37 anos, deixou a esposa e um filho pequeno. Nossa continência guerreiro”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias