Domingo, 31 de Maio de 2020 04:00
(37) 98812-8974
Política Campos Altos

CREAS e Polícia Militar de Campos Altos juntos no combate a violência doméstica

Segundo informações da Polícia Militar de Campos Altos, de janeiro de 2020 até o presente momento, foram registrados 24 casos de violência doméstica no município.

05/05/2020 23h45
Por: Expresso Notícia Fonte: CREAS/PM
Foto: TV KZ
Foto: TV KZ

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cada quatro minutos uma mulher é agredida por um homem no Brasil. Em 2018 foram registrados 145 mil casos de violência doméstica, podendo ela ser física, psicológica, sexual, entre outras.

Segundo informações da Polícia Militar de Campos Altos, de janeiro de 2020 até o presente momento, foram registrados 24 casos de violência doméstica no município. O Tenente Wagner de Paulo Nascimento destacou que tais números preocupam muito e que ocorrências de agressão, ameaça ou lesões corporais leves podem evoluir para homicídios ou lesões corporais graves se o ciclo de violência não for interrompido.

Diante dos fatos, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social - CREAS, que trabalha no enfrentamento da causa em Campos Altos, se alinhou a Polícia Militar para juntos protegerem as famílias do município desta questão.

Os técnicos do CREAS relatam a preocupação em relação ao alto índice de casos de violência doméstica em Campos Altos, e chama a atenção da população para que denunciem esse e qualquer outro tipo de violação de direitos.

“É uma questão muito grave e não podemos ser coniventes com esse problema. Diante de tantas leis, normas nacionais e internacionais é urgente reconhecer a violência doméstica intrafamiliar e proteger as famílias de nosso município, uma vez que a família é referência de todo ser humano e a violência intrafamiliar impede a realização do pleno potencial de trajetórias pessoais e o desenvolvimento global da sociedade.

No cenário atual, diante da pandemia do COVID-19, onde a maioria das famílias encontram-se em isolamento social, os estudos indicam o aumento significativo da violência doméstica nos lares, e muitas vezes acontece em silêncio, por isso contamos com o apoio da população e a confiança da vítima para que denuncie essa violação”.

Após a abordagem policial, as vítimas serão encaminhadas para o serviço CREAS, onde serão acolhidos e orientados pela equipe técnica, composta por: Assistente Social, Advogado, Psicólogo e Psicopedagoga. O serviço CREAS está situado na Rua Capitão Virgílio Marques, 33 – Centro. O telefone de contato é o (37) 3426-9174.

Os canais de denúncia são o Ligue 180 e o aplicativo Direitos Humanos Brasil, disponível para Android e IOS. Lembrando que a denúncia é gratuita e pode ser anônima.

Em briga de marido e mulher se mete a colher SIM!

D E N U N C I E

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias