Minas

Homem é preso suspeito de estuprar afilhada de 5 anos em Minas

autor tentou fugir, mas foi preso em flagrante pela PM (Polícia Militar).

02/02/2020 20h35
Por: Expresso Notícia
Fonte: BHAZ
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um homem de 62 anos foi preso suspeito de estuprar sua afilhada, de 5, em Carbonita, no Vale do Jequitinhonha, uma cidade de pouco mais de 9 mil habitantes. Após a filha reclamar de dores nas partes íntimas, a mãe da vítima levou-a até o hospital e, em seguida, acional a polícia. O autor tentou fugir, mas foi preso em flagrante pela PM (Polícia Militar).

De acordo com depoimento da mãe à PM, o crime teria ocorrido na tarde dessa sexta-feira (31). A mulher deixou a filha com o homem, que é padrinho de batismo da criança, na casa do autor, por volta das 16h30. Segundo ela, as visitas eram comuns e nunca havia ocorrido nada suspeito.

A pequena teria ficado na residência do autor mais ou menos por duas horas. No entanto, no momento em que a vítima retornou da casa do padrinho, a mãe percebeu que a filha estava abalada e aparentando forte desconforto.

A mãe perguntou para a menina o que estava acontecendo. A garotinha afirmou que o homem havia abaixado sua calcinha e teria introduzido os dedos no interior de seu órgão sexual.

Com o relato, a mãe levou a filha ao Hospital São Vicente de Paulo, acionou a PM e a menina repetiu a história para um médico de plantão. Ainda de acordo com o depoimento da mulher à PM, a garotinha estaria extremamente abalada, reclamando de dores agudas e afirmando que não gostaria de ver o padrinho nunca mais.

Preso em flagrante

A vítima contou a história com detalhes, da mesma forma, por três vezes. Após o atendimento à ela, a PM foi atrás do autor que, inicialmente, tentou se esconder em uma mata. Contudo, pouco depois, foi encontrado trancado dentro de um quarto em sua casa, que fica em frente à da vítima. O homem foi preso em flagrante.

Segundo a PM, o autor apresentava sinais de embriaguez e apresentou versões controversas da história. Inicialmente, disse que a vítima estava brincando com o celular em sua residência e que, em determinado momento, saiu do sofá e foi embora sem dizer nada.

Na outra versão, o autor disse que estava brincando com a menina no quarto, e que ela estava assistindo televisão. A menina disse, então, que não queria mais ficar no imóvel. Por isso, ele teria levado a afilhada de volta para casa.

Questionado sobre as afirmações feitas pela vítima, a PM disse que o autor alegou que estava só brincando com a menina, e que não teria abusado da afilhada. O suspeito foi levado para a Delegacia de Plantão de Capelinha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.