Patos de Minas

Mulher é agredida e estuprada pelo ex-namorado em Patos de Minas

A vítima, uma mulher de 35 anos, apresentava diversos ferimentos pelo corpo e contou ter passado a noite sendo agredida e violentada pelo ex-namorado.

07/08/2019 21h51
Por: Expresso Notícia
Fonte: Patos Hoje
A Polícia Militar foi acionada na manhã desta quarta-feira.
A Polícia Militar foi acionada na manhã desta quarta-feira.

A Polícia Militar foi acionada na manhã desta quarta-feira (07) por funcionários da Unidade de Pronto Atendimento – UPA – para registrarem uma ocorrência de agressão e estupro. A vítima, uma mulher de 35 anos, apresentava diversos ferimentos pelo corpo e contou ter passado a noite sendo agredida e violentada pelo ex-namorado.

Nervosa e com medo, a vítima chegou à Unidade Pronto Atendimento nesta manhã dizendo ter sido vítima de um assalto, mas depois contou o que de fato aconteceu. Ela disse que saiu do local onde está fazendo um curso por de 22h20 em companhia do ex-namorado. Ele se ofereceu para pintar uma casa que ela alugou no bairro Santa Terezinha e os dois foram combinar a quantidade de tinta necessária para fazer o serviço.

Já no interior da casa, o homem percebeu que a ex-namorada usava uma aliança de compromisso e passou agredi-la com socos, chutes e enforcamentos. A sessão de espancamentos só parou por volta de 3h da madrugada, quando o homem decidiu levar a mulher para casa no bairro Jardim Esperança. Mas a noite de terror não parou por aí.

Na casa da mulher, o homem teria iniciado novamente as agressões físicas e fez pior. Enquanto espancava, ele teria rasgado as roupas da ex-namorada e mantido relações sexuais com ela a força. O estupro e as agressões só terminaram por volta de 7h da manhã. Antes de ir embora, o homem de 22 anos ainda pegou uma chave de fenda e ameaçou a ex-namorada dizendo que a mataria.

Segundo a ocorrência policial, a mulher apresentava ferimentos nas mãos, no rosto, no tórax e nas pernas. Os exames realizados na UPA também comprovaram o estupro. Bastante nervosa e abalada, a mulher recusou os procedimentos da Polícia Militar. Ela disse que o ex-namorado de 22 anos é usuários de drogas, é bastante violento e que teme pela própria vida. A vítima foi medicada e orientada sobre as medidas que podem ser adotadas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.